quarta-feira, 17 de junho de 2009

terça-feira, 16 de junho de 2009

Projeto Parnaíba - Garimpando a História

Parnaíba, um município de 243 anos, apresenta um notável conjunto arquitetônico, incluindo-se casarões coloniais, igrejas, prédios e casas de grande valor histórico, artístico e cultural que, pela diversidade de época e estilo, faz-se necessário preservá-los. Sendo assim, surge, como conseqüência, a necessidade de se por em prática uma pesquisa de campo visando a preservação do patrimônio, bastante ameaçado por um progresso desordenado.

Através de pesquisa e investigação os alunos buscarão descobrir pessoalmente a arquitetura e estilo dos edifícios, a história da época da construção e os fatores que autorizam o tombamento, por meios legais, e os efeitos histórico-cultural do mesmo na vida sócio-econômica do município, além de despertar o interesse pela preservação do patrimônio.

Garimpando estes prédios, podemos promover uma consciência cultural nos alunos, mostrando a eles a importância da preservação do patrimônio histórico da cidade na abordagem dos aspectos sociais e culturais envolvidos. A origem dos problemas de degradação dos prédios, normalmente, é atribuída ao crescimento econômico baseado na demolição e construção de novas edificações, no descaso das autoridades em preservá-los, e no crescimento populacional sem controle. Nem sempre o desenvolvimento e o progresso têm sido aliados da cultura, tornando-se, muitas vezes, incompatíveis com sua preservação.

Este projeto tem como finalidade preservar, valorizar e mostrar às autoridades competentes a importância do tombamento do patrimônio histórico e a valorização e canalização do turismo cultural para cidade, sem falar da entrada de recursos vindo de várias organizações para recuperação dos prédios tombados.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Projeto Bom Princípio


De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), nasce uma nova proposta pedagógica que norteia o ambiente escolar. Pensando nisso, propomos uma pesquisa de campo no Sítio Arqueológico Quarita na cidade de Bom Princípio, norte do Piauí, para que os alunos descubram pessoalmente a arte dos povos pré-históricos e a vida em sociedade da época, além de despertar o interesse pela preservação do meio ambiente.

As questões ambientais são, no momento, o assunto de maior amplitude global, tanto na abordagem dos aspectos técnicos envolvidos, dos impactos causados e da importância dada pela mídia. A origem dos problemas ambientais, normalmente, é atribuída ao crescimento econômico baseado na exploração dos recursos naturais, o qual provoca seu esgotamento ou contaminação, e no crescimento populacional sem controle. Nem sempre o desenvolvimento e o processo tem sido um aliado do meio ambiente, tornando-se, muitas vezes, incompatível com sua preservação.

Este Projeto tem como objetivo, preservar e valorizar o Sítio Arqueológico Guarita dos impactos ambientais tendo em vista a sua importância, bem como proporcionar a compreensão dos signos, dos materiais usados na pintura, na história sócio-econômica dos primitivos, na evolução do homem e na convivência harmônica com a natureza, alem de utilizar os recursos telemáticos como ferramenta de apoio no ensino-aprendizagem.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Leitura Dramática

video

A Casa De Bonecas (Ibsen; Henrik)
É um drama em três atos, em que Ibsen questiona as convenções sociais do casamento. Serviu-se de uma notícia de jornal, a falsificação de uma letra de câmbio por uma mulher que o marido tratava como a uma boneca, deixando-a na ignorância completa da vida.
Na época, mediante as tentativas de emancipação feminina, foi uma peça revolucionária, com grande repercussão entre feministas, a Europa inteira a discutiu. Houve censuras violentas lançadas contra a personagem principal, Nora, pois a época não perdoou seu abandono da casa e dos filhos.
Ibsen é um autor dramaticamente perfeito, sabe criar contrapesos e revela através das relações dos seus personagens, os mecanismos complexos do espírito, o que intriga-nos. A sociedade é o fator que nos leva a conduzir-se contra natureza e nos faz viver num mundo de aparências no qual a vontade tem apenas importância. Nora toma consciência que deve definir-se como mulher em relação a si própria e não em relação às outras. Nora tem êxito a quebrar este jogo e vai procurar o seu lugar neste mundo.

Direção: Val Araujo
Grupo de Teatro do CEMTI (Centro de Ensino Médio de Tempo Integral: Polivalente Lima Rebelo)
Torvald Helmer, Joel Maximinius
Nora Helmer, Sandy Leocádio
Cristina Linde, Geyse Araujo
Doutor Rank, Nataniel Sousa
Nils Krogstad, Elias Brendon
Helena, Jheissy Moura