segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Paula Piauí

Paula Piauí, artista parnaibana, pinta desde criança quando uma tia lhe oferecia pincéis e tintas, assim a menina iniciou suas primeiras pinceladas, daí em diante passou a ser autodidata, realiza pintura em tela aplicando técnicas mistas , papel reciclado ( Machê e papel artesanal ) sobre óleo ,abstrato geométrico em relação a pintura clássica trabalha algumas composições em paisagens da realidade local . Em 1995, a pintora viaja à cidade de Salvador – BA, onde vai conhecer vários artistas plásticos com quem teve a oportunidade de trocar idéias e aperfeiçoar suas aptidões na pintura, lá aprendeu fazer uso do papel machê e papel reciclado em suas telas, como também produzir objetos de decoração em papel , aprimorando cada vez mais sua técnica.

De volta à Parnaíba em 2004, a artista estuda Letras Português na Universidade Estadual do Piauí - UESPI, ganhou um parceiro muito importante em sua vida, seu pai F. Marques , que sendo portador de câncer de próstata começa a pintar através do incentivo da artista, este mesmo faleceu em 19 de junho de 2008. Porém Piauí continua a exercitar a arte da pintura em sua oficina e no ateliê do artista plástico Francisco Pedro no Porto das Barcas. Seus quadros têm como temas principais as paisagens, natureza morta, abstrato misto em diversificadas composições com papel e outros elementos. Para divulgar seu trabalho, ela realiza vernissages em espaços públicos da cidade, onde é notória a apreciação da população parnaibana.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Cláudio Tozzi


Pintor, desenhista, gravador e arquiteto, nasceu em São Paulo, em 1944. Nome dos mais conhecidos desde jovem, sua obra participa da paisagem paulistana e dos livros de arte brasileira há uns 30 anos, sendo reconhecida com facilidade pelo seu multi-cromatismo e pela sua técnica pontilhista. Seus temas são : a pop art, pássaros e paisagens brasileiras, paisagens urbanas, escadas, retalhos geométricos, escadas, recortes, etc., com as fases mais antigas sendo mais procuradas pelos colecionadores.
Cláudio Tozzi é um artista que, na sua maturidade, não abdica de sua vitalidade na busca de novos caminhos; mas também em seus trabalhos os elementos que sempre os caracterizam: por um lado, uma grande qualidade gráfica e bem cuidada plasticidade; por outro, um projeto prévio e deliberado, que resulta em uma obra construída e racional, e não da mera emoção ou da intuição."
http://www.moderna.com.br/catalogo/encartes/85-16-04152-2.pdf
Desde seus primeiros trabalhos e experiências visuais com a “nova figuração” na década de 60, Claudio Tozzi teve sua obra reconhecida tanto no meio cultural, quanto junto ao grande público. Trabalhou com imagens e ocorrências do mundo urbano e utilizou em sua pintura ícones imediatamente reconhecíveis ( Guevara, multidões, astronautas, bandido da luz vermelha, etc. ).
http://www.pinturabrasileira.com.br/artistas_bio.asp?cod=41&in=9

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Apostila de Arte

Baixe uma excelente apostila de arte. Ela pode ser bem inspiradora para os professores de arte.
Para baixar o arquivo é só clicar no endereço:

http://dc153.4shared.com/download/102020113/af11fcd6 /Apostila_de_Arte.pdf?tsid=20091007-153517-1413f810







Livro didático de Arte do Ensino Médio das escolas públicas estaduais do Paraná (Arte / vários autores. – Curitiba: SEED-PR, 2006. – 336 p.)

http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/diaadia/diadia/arquivos/File/livro_e_diretrizes/livro/arte/seed_arte_e_book.pdf


Apostila de História da Arte.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Gilberto Gomes

Nasceu em Aparecida, São Paulo em outubro de 1955.
Pintor, Desenhista, Ilustrador, Gravador, Escultor, Restaurador e Professor de Artes Plásticas.
Gilberto Gomes pertence a várias Entidades Culturais Brasileiras, dentre elas a Associação Paulista de Belas Artes e a Sociedade Brasileira de Belas Artes.


Detentor de prêmios em Exposições e Salões de Arte no Brasil e Exterior, possuindo dentre outros, Medalha de Ouro, Medalha de Honra, Menção Honrosa e diversas Salas Especiais, ao lado de grandes artistas brasileiros.
Possui também um vasto curriculum com participações em centenas de eventos.
Artista de ampla e legítima reputação nacional, tendo sua obra catalogada nos principais segmentos culturais destacando – se os “Dicionários Artes Plásticas Brasil”, de Júlio Louzada, “Dicionário de Pintores Brasileiros”, de Walmir Ayála – editora Spala – Rio de Janeiro, 1986; “Dicionário de Pintores Brasileiros”, edição revista e ampliada por André Seffrin – editora da Universidade Federal do Paraná, 1997; “Arte & Artistas Brasil 2001”, Laserprint Editorial – São Paulo; “Bilhetes da Loteria Federal da CEF em duas emissões inteiras”, Brasília – DF; “Cartões telefônicos da Telefonica”, Interprint – São Paulo – SP; “Revista de Pintura Domani, como Convidado Especial da edição de julho de 2002” – Editora Domani – São Paulo – SP.
O artista possui obras em Acervos e Coleções particulares em mais de trinta países, destacando – se o Palácio da Presidência da República em Brasília, Universidade Federal de Zaragoza – Espanha, Banco Bradesco – New York, Banco do Brasil – Leningrado, Fundação Cultural de Munique – Alemanha, Embaixada Brasileira – Argentina, Ateliê do Pintor Americano Gregory Gallo – New York, Museu Regional de Feira de Santana, dentre outras coleções.

Na Internet, Gomes está presente em dezenas de Sites e no Portal Bahia Hoje, um dos maiores do Norte Nordeste, o pintor mantém o seu Site Oficial em www.bahiahoje.com.br/gilbertogomes, onde em mais de 300 páginas, podemos avaliar a extensão da obra desse renomado artista brasileiro.

BENEDITO DUBSKY COUPÉ
(Historiador)

Arte Brasileira

Conheça os grandes mestres da pintura brasileira.
http://www.pinturabrasileira.com/

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Impressionismo: A Grande Ruptura Linear

O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas soltas dando ênfase na luz e no movimento. Geralmente as telas eram pintadas ao ar livre para que o pintor pudesse capturar melhor as nuances da luz e da natureza. Porem, o Impressionismo não foi bem aceito, pois a Europa era palco de três grandes escolas acadêmicas lineares: Neoclassicismo, Romantismo e Realismo.


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

A Comunicação da Arte



http://www.youtube.com/watch?v=ppK5YvDF3So


Justificativa:
Compreensão dos conhecimentos de história, contextualização e produção de arte nas quatro linguagens, refletindo sobre sua importância no cotidiano de cada indivíduo.

Conteúdo:
A Arte como forma de comunicação
Compreender a importância da Arte
Utilizar a Arte como forma de expressar sentimento, anseios e mensagens.

Objetivos:
Despertar o espírito crítico na apreciação de obras audiovisuais.
Criar coletivamente um produto com imagens e textos

Informática Aplicada às Artes

Esta programação foi desenvolvida em uma capacitação para professores de Arte, visando a integração das tecnologias à Arte-Educação:
Programação:


As utilidades e os benefícios no desenvolvimento de diversas habilidades fazem da tecnologia, hoje, um importante recurso pedagógico. Não há como a escola atual deixar de reconhecer a influência das TICs (Tecnologia de Informação e Comunicação) na sociedade moderna e os reflexos dessas ferramentas na área educacional. Com a utilização do computador, da TV, DVD e Projetor Multimídia na educação é possível ao professor e à escola dinamizarem o processo de ensino-aprendizagem com aulas mais criativas, mais motivadoras e que despertem, nos alunos, a curiosidade e o desejo de aprender, conhecer e fazer descobertas. Pensando nessa nova realidade é que propomos essa capacitação para que os professores de Arte não fiquem de fora desse mundo tão dinâmico e cheio de possibilidades.
Slide usado no Curso de Tecnologias Aplicada á Disciplina de Arte.